Visualizações deste Blogue:

domingo, 25 de setembro de 2011

Preto e Branco

Quem me conhece sabe que não gosto muito de reencaminhar e-mails de pessoas desconhecidas. Não sei realmente se o facto/fato que transcrevo abaixo aconteceu na verdade ou se é pura ficção, pois desconheço o autor do texto. Mas tenho de admitir que, na minha opinião, é simplesmente fantástico!!!

Ah! Não deixe de assistir o vídeo no final do texto. Banda Vera Louca, com o tema Preto e  Branco.

Recebi o texto via e-mail, que me foi reencaminhado por uma pessoa da família.

Por me identificar plenamente com a mensagem intrínseca no texto abri uma excepção e postei no Alto-Relevo.

Se realmente isto ocorreu só me cabe dar os parabéns a este comandante pois tomou uma decisão digna do Rei Salomão.

Passo a transcrever o texto na intriga:

“Aconteceu na TAM (Companhia Aérea Brasileira), pessoal, é verídico!!!

Uma mulher branca, de aproximadamente uns 50 anos, chegou ao seu lugar na classe econômica e viu que teria de se sentar ao lado de um passageiro negro.

Visivelmente perturbada, chamou a hospedeira/comissária de bordo.

Em que posso ajuda-la senhora? – Pergunta a hospedeira/comissária de bordo para a senhora.

Você não está vendo? - Responde a senhora – Vocês me colocaram ao lado de um negro. Não posso ficar aqui! Você precisa me dar outra cadeira!

Por favor, acalme-se. Infelizmente, todos os lugares estão ocupados, no entanto, vou verificar se ainda temos algum disponível.

A hospedeira/comissária se afasta e volta alguns minutos depois.

Senhora, como lhe disse, não há nenhum outro lugar livre na classe econômica. Entretanto falei com o comandante da aeronave e ele confirmou que não temos mais nenhum lugar vago na classe econômica. Temos apenas um lugar na primeira classe.

Antes que a mulher fizesse algum tipo de comentário, a hospedeira/comissária continua:

Veja, não é comum na nossa companhia permitir que um passageiro da classe econômica se assente na primeira classe. Porém, tendo em vista as circunstâncias, o comandante pensa que seria escandaloso obrigar um passageiro a viajar ao lado de uma pessoa desagradável.

E, dirigindo-se ao senhor negro, a hospedeira/comissária prosseguiu:

Portanto senhor, caso queira, por favor, pegue a sua bagagem de mão, pois reservamos para o senhor um lugar na primeira classe...

Neste momento todos os passageiros próximos, que, estupefactos assistiam à cena, aplaudiram, alguns chegaram mesmo a fazê-lo de pé.”

Há frases que realmente dizem tudo!

“Enquanto a cor da pele for mais importante que o brilho dos olhos, ainda haverá guerra.”

(Bob Marley)

Para reflectir:

Você acredita que se este facto/fato ocorresse na primeira classe, a postura da tal empresa aérea seria a mesma?

Boa reflexão.



E como sempre, um abraço de carne e osso.